segunda-feira, 21 de setembro de 2009


Banco de luz
Banco de amor.
Perfume brando de natureza minha,
Completas a vida,
Completas o ar.

Perfume doce de companhia,
Tocas e vivo,
vives por aí.

Perfume amargo de angustia
Perfume sofucante.
Viver nauseabundo de constante entrega...
A quem?

Perfume de doce companhia
Lágrima de humanidade.
A doce humanidade
A real compreensão
O perfeito entendimento
E o amor,
O puro amor.

Sem comentários:

Enviar um comentário

pedaços de opinião