sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Pedaços de pensar

Estranha é a razão.
Simples podia ser o pensar.
Mas mente quem diz que a mente é fácil de alcançar.

Sabes tu que és?
Ou melhor, quantos és?
És a mãe e o pai,
o que a sociedade exige de ti,
és o que os amigos querem,
e o que esperas de ti.
Mas quem és tu?

Quem és tu que deambulas por entre essas parede,
tu que te vez ao espelho,
tu que te ris!
Mas quem és tu, ser deambulante,
ser que diz ser tudo aquilo que te faz feliz?

Talvez incompreendida seja a felicidade,
ou talvez eu não a alcance de onde me encontro.
Talvez precise Da bengala humana que me leve a subir,
que me reencontre.

Simples podia ser o pensar,
mas complexa é a mente,
e mente quem diz que a mente é fácil de alcançar.

Sem comentários:

Enviar um comentário

pedaços de opinião