quinta-feira, 15 de outubro de 2009

pedaços esquizofrénicos de tempo

O tempo vai
O tempo não vem.
Mas que tempo é este que de tempo a tempo vem?
8 horas são
É tempo para acordar,
ou noite é ainda criança.
Noite criança que tanto falta para findar.
Criança é a noite que não quero acabar.
Tic, é dia.
Rápida se põe a noite.
Tac, é noite
Não voltará a ser outro dia.
Segundos passam lentamente
Num tic que se ouve
Não se faz demorar um tac.
Tempo que passa
rápido
lento
frio
quente
áspero
suave
grande
pequeno.
É a esquizofrenia do tempo
na noite que é criança.
Não partas, tempo.


(14 de Outubro de 2009)

1 comentário:

  1. o tempo passa...
    espero que estejas a usar o teu bem.

    ResponderEliminar

pedaços de opinião